DESIGUALDADE SOCIAL

Debate sobre desigualdade social, realizado na Faculdade: FACHA, com o eleito Dep. Fed.: Edson Santos, o ex Ministro do Meio Ambiente: Carlos Minc.

Por: Fernando Duarte




Estamos vivendo um momento único em toda nossa história. E por essas transformações vieram os dois mais importantes eventos desportivos do mundo - A COPA E OS JOGOS OLÍMPICOS - só que não para por ai, o faturamento com esses eventos irão trazer para o Brasil milhões de dólares e até euros que irão rechear os cofres públicos, claro que os gastos do governo também será na casa dos milhões, a única diferença está na qualidade de vida que irá melhorar... a questão é, melhorar para quem? Pelo que eu sei os jogos olímpicos acontecerão no Rio de Janeiro e para ser mais exato, em bairros considerados nobres como Barra da Tijuca, Recreio, Lagoa, Copacabana, Flamengo etc. Muito bom... para quem mora por lá é claro! A pergunta é o seguinte: E a classe que mantém este país em crescimento, que não tem metrô de qualidade, trem especial, ônibus novos, pistas asfaltadas, copa"dor, barra"dor, e por falar em dor... me vem na lembrança aqueles trabalhadores que acordam 5 hr da manhã e voltam quase 9 hr da noite, cansados, não do trabalho, mas da jornada empreendida para chegar ao mesmo, às dificuldades são maiores do que esses governantes "desculpe a palavra" de merda possam imaginar! Fico pensando porquê não fazer obras nas zonas norte, oeste e baixada... a resposta é o seguinte: Os estrangeiros não gostam de pobreza, no máximo um tur pela rocinha! Claro que o interesse surge da minoria que controla a maioria, afinal os deputados, senadores e ex-presidentes moram em bairros nobres. Fico indignado com tanta safadeza e falta de respeito com pessoas que deveriam receber as honras por fazer parte das conquistas desse país e não os estrangeiros que são recebido com champagne e caviar, enquanto o trabalhador leva 16 hr para ganhar R$538,15 que é exatamente o preço de uma boa garrafa de champagne consumida por eles. Como dizia meu pai: Estou cansado de ser enganado!

"A  educação é uma criança em desenvolvimento, e este processo social não é a preparação para a vida, é a própria vida. Felizes são aqueles que conseguem transpassar a cortina do seu dinheiro, status social e títulos acadêmicos e se apaixonar pela vida, enxergando que cada ser humano é um ser único no palco da existência. Para esses, cada dia é um novo dia. A solidão e o tédio foram banidos dos seus labirintos, e os seus sofrimentos se tornaram alimentos que sustentam uma alegria superior. A maior tragédia do Brasil não é a dívida externa, nem a dívida interna: é a dívida social."

0 comentários:

Postar um comentário

A MÚSICA NOS CONECTA